sábado, 12 de abril de 2014

ATRIBUTOS DE DEUS 2

 O julgamento de Deus é certo - A p 19, 2, 11 - Deus é chamado de longânimo porque não executa seu julgamento imediatamente. Ele espera - Is 42, 14- 16 -, não pra ver o que acontecerá - ele sabe o que vai acontecer -, não pra ver com maior clareza - ele enxerga perfeitamente -, não para obter mais informação - ele conhece tudo. Deus espera porque sua prioridade é a revelação de si mesmo e não o julgamento.
LONGANIMIDADE não é a ausência de ira, mas ser tardio em irar-se - Sl 145, 8 -. A longanimidade de Deus demonstra uma infinita quantidade de poder, misericórdia, paciência e amor - o que ele tem em abundância Nm 14, 18 -.
Por um tempo Deus tolera insultos, rejeição e indiferença com o objetivo de atrair as pessoas ao arrependimento - Rm 2, 4 -. Sua longanimidade está ligada a sua grande compaixão eterna e torna-se ativa com o objetivo de nos atrair para si mesmo - 2Pe 3, 9 -.

Ver:
Êx 34, 6; Sl 51, 1; 86, 15; 103,8; Jr 3, 12; Lm 3, 22; Na 1, 3; Rm 9, 22-23; 15,5-6 ;
Atributos de Deus - Êx 33; Dt 4; 32; 2 Cr 19; Jó 23; 42; Sl 25; 90; 102; 119; Is 6; 46;Jr 23; Ef 1; I Jo 5;
Compromisso - Mt 16
Perdão - Sl 51; Lc 17;
Fruto do espírito - Sl 86; Rm 5; 15; I Co 10; 13; Gl 5; Ef 4; Cl 3; 2 ts 1 Ap 2 .
Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes -  Manaus  AM.

sábado, 5 de abril de 2014

ATRIBUTOS DE DEUS - ELE É ZELOSO


  O termo zelo - hebr, qin`ah - denota dedicação, afeição, desvelo ardente e também pode ser traduzido como ciúme. Em seu zelo Deus não anseia por algo pertencente a outrem, mas preserva algo pertencente a ele. Como o relacionamento entre homem e mulher , o relacionamento entre Deus e seu povo deve ser exclusivo - Ê x 24, 27 -.
Deus assumiu um compromisso com os israelitas - Êx 19, 4-6 -eles responderam com seus votos - Êx 19, 8-9 ; 24. 3, 7 - e a cerimônia foi concluída - Êx 24. 12, 18. A partir de então tudo dependeria da fidelidade . O povo de Deus pode falhar mas a fidelidade divina é inabalável.
A amizade íntima com o mundo é o pior tipo de adultério - Tg 4, 4-5 - . Para Deus esse envolvimento com as coisas mundanas equivale a odiá-lo - Êx 20, 5 - e se prostituir com o Maligno - I Cor 10, 21-22 -. O adultério espiritual resulta num rompimento da relação com Deus - S l 78, 56-60 -.
O zelo de Deus é apresentado no contexto da adoração. Somente ele é Deus, adorar qualquer outra coisa é trair o único Deus verdadeiro. Deus leva extremamente a sério o relacionamento com seu povo e espera reciprocidade. - Êx 34, 10-16- .
Ver Dt 6, 14-15; 29, 20; 32. 16, 21; Js 24, 18-19; Sl 79, 5; Lm 3, 2; Ez 8, 3-5; 16. 38, 42; 39. 25;
Atributos de Deus -~Ex 33; Dt 32; 2 cr 19; Jó 23; 42; Sl 25; 90; 102; 119; Is 6; 46; Jr 23; Rm 2; Ef 1; I Jo 5;
Sabedoria- Pv 2;
Santidade - Lv 20;
Ciúmes - Ct 8.

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila

Armando Mendes -  Manaus  AM.

sexta-feira, 28 de março de 2014

O DETECTOR DE PECADO

Os anjos estavam com muito trabalho para instalar o detector de pecado na mente de um cristão,
porque o diabo,
 não aceitando perder a alma daquele recém – convertido, Pediu ajuda ao seu companheiro de destruição,o  espírito enganador!
                                            
Sem demora, o enganador tentou impedir dos anjos trabalharem na mente do cristão, lembrando aos anjos o
quanto aquele cristão não era sincero, que se eles quisessem a alma dele, eles iam brigar feio, porque quando
alguém não é sincero, a vantagem é do enganador.

Os anjos lembraram ao espírito enganador que, o SENHOR JESUS morreu por aquele cristão,
E custe o que custar nós vamos instalar o detector de pecado na mente dele.
Foi uma luta intensa, anjos e demônios pela mente daquele cristão!
Cada vez que o cristão tinha maus olhos, falava mal de alguém, o espírito enganador prevalecia, toda vez que o
cristão lia a bíblia, os anjos prevaleciam!

Até que, o cristão ouviu uma palavra em uma reunião de domingo de manhã, o pastor pregando sobre como o
espírito enganador age na mente do ser humano.
Esse pastor nem imagina a alegria dos anjos quando esse cristão ouviu essa palavra!

Apos um mês de luta contra o enganador, os anjos conseguiram instalar o detector de pecado na mente desse
cristão que entendeu que,quando se é sincero e humilde diante de DEUS e dos homens, entende o que lê na bíblia, e a leitura da bíblia que é o detector de pecado na vida do ser humano, pois a bíblia possui todas as instruções de
DEUS para o salvação eterna, e as bênçãos terrenas!


Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes – Manaus – Amazonas


sábado, 22 de março de 2014

ATALIA - UMA RAINHA PERVERSA!

 Atalia, filha do rei Acabe e da rainha Jezabel, e neta de Onri (2Rs 8.18,26), nasceu num ambiente que negava completamente o Deus único e verdadeiro. Casou-se com Jeovão, o primogênito de Josafá, um rei justo e reto quando o reino de Judá se aliou a Israel por motivos políticos (2Cr 22.5). Seguindo o exemplo de sua mãe, Atalaia promoveu o culto a Baal e desviou tanto o povo de Judá quanto se marido dos caminhos do Senhor (veja 2Cr 21.6). Jeorão morreu prematuramente aos 40 anos de idade (veja 2Cr 21.18-20).

Quando Acazias, filho de Jeorão e de Atalaia, subiu ao trono, sua mãe continuou a exercer sua influência perversa (2Cr 22.3). Depois da morte de seus filhos nas mãos dos filisteus e dos árabes, Atalia assassinou os próprios netos, herdeiros legítimos da coroa (veja 2Cr 21.17), e reinou durante seis anos como ocupante ilegítima do trono real, uma vez que não havia nascido na linhagem de Davi.

Judá jamais havia tido um governante que não fosse descendente de Davi. Assim, quando os sacerdotes levitas que apoiavam o direito davídico ao reinado organizaram e lideraram uma rebelião contra essa usurpadora do Norte, o povo os seguiu prontamente (veja 2Rs 11.13-20). Atalaia foi morta com desonra (como os outros membros da família de Acabe) junto à Porta dos Cavalos. Sua perversidade é uma nódoa nas páginas da história de Israel e serve de advertência severa sobre a influência crescente do mal  no coração de uma mulher que decide trilhar seu próprio caminho e rejeitar a Deus (2Cr 22.3,10; 24,7).
Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes -  Manaus  AM.

sábado, 15 de março de 2014

A CONVERSA DE UM CRISTÃO COM SEU CORAÇÃO!

 Com muita alegria, o espírito da hipocrisia saiu da vida de um cristão, após ter ajudado o espírito enganador fazer morada no coração desse cristão!

Tudo porque esse cristão cometeu o erro que quase todo cristão comete:
Conversar com seu próprio coração da seguinte maneira:

Na vida espiritual: tudo bem coração, a gente pecou contra DEUS hoje, mas ELE perdoa, pois ELE é o DEUS do amor e do perdão! A hipocrisia não deixou lembrar que DEUS também é justiça, e que é o ser humano que tem que vencer o pecado, alias, esse é um dos primeiros ensinamentos bíblicos: ...eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo. Genesis 4.7

Na vida sentimental: não valorize e respeite ela (ele) depois de DEUS, primeiro você, depois os outros, a hipocrisia não deixou ele lembrar dessa passagem que diz como agir pra agradar a DEUS no casamento e ser feliz na vida sentimental: 22As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor; 23porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo. 24Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido. 25Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, 26para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, 27para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito efésios 5

Na vida financeira: dê o dizimo só quando estiver bem, DEUS entende você! ...o espírito da hipocrisia o fez esquecer que, o dizimo e a oferta representa pro cristão que dinheiro nenhum no mundo pode ser mais importante que o voto de reconhecer DEUS como o primeiro na sua vida... Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos. 12Todas as nações vos chamarão felizes, porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos. Malaquias 3

Na família: não se preocupe se você não ajudou a sua família quando eles precisaram, pois quando você precisou, eles também não te ajudaram... A hipocrisia o fezele esquecer que: Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente. 1º Timóteo 5.8

Na saúde: não pense que essa doença que esta em você vai envergonhar o nome de JESUS, ou que você pode ter alguma coisa escondida no coração, afinal, o ser humano está sujeito a doenças, pois somos mortais... A hipocrisia não o deixou perceber que a fé nunca pode ficar doente, somos humanos sim e que, podemos até ficar doentes, mais quando aceitamos a doença e não usamos a fé dia após dia, simplesmente rejeitamos esse versículo:...Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Isaias 53.5

A HIPOCRISIA FAZ O SER HUMANO VIVER CONVERSANDO COM O CORAÇÃO!

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila

Armando Mendes -  Manaus  AM.

sábado, 15 de fevereiro de 2014

A CASA DA VINGANÇA

O espírito da vingança desesperado porque teve que sair da vida de um cristão recém convertido, foi pedir ajuda ao espírito enganador que, sem demora teve uma idéia:

Usar o passado desse cristão contra ele, já que a vingança era o ultimo espírito a sair de sua vida, porque esse cristão tinha muita dificuldade em perdoar.

E deu certo, o espírito enganador jogava 
pensamentos do tipo, isso não é pra DEUS resolver, e sim você!
E aí o espírito da vingança vinha e fazia o restante.
E sempre que podia, esse cristão se vingava!

Até o dia que ouviu o pastor pregar sobre o perdão e amor ao próximo, e essa foi à pregação que o libertou:
A casa da vingança é o coração sem amor e sem perdão para com o próximo!

O espírito enganador e o da vingança tiveram que sair, pois o cristão já sabia como vencê-los:
Fazendo do seu coração a casa do perdão e do amor ao próximo.

Qual casa é o seu coração?                   

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila

Casimiro de Abreu RJ.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

O VERDADEIRO SIGNIFICADO DO PERDÃO!

Há três décadas o diabo vivia na vida de um homem que tinha muito ódio de seus pais, ate que um amigo lhe convidou para ir à igreja, o diabo desesperado, para não sair da vida desse mais novo convertido ao SENHOR JESUS, com a ajuda do espírito enganador, fazia esse cristão pensar que ainda tinha muito ódio dos pais que, tanto mal lhe fez na infância!

Mais ele sem entender porque ainda tinha esses pensamentos, pediu ajuda a DEUS, pois sabia que estava fazendo tudo que DEUS lhe pedia, e que não tinha peso nenhum no coração contra ninguém.
E meditando na palavra de DEUS, ele teve o seguinte entendimento do que realmente significa o perdão:

O perdão não traz o total esquecimento, porque o cérebro humano é o deposito das lembranças boas e ruins, mais perdão nos dá a força necessária para não sofrer com as lembranças! Mais só consegue perdoar quem acredita que o perdão nos liberta da tristeza e da dor, e nos leva a conhecer a alegria e a paz que só existe no SENHOR JESUS CRISTO! 

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila

Casimiro de Abreu RJ.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

AS FILHAS DE ZELOFEADE

 O treinamento de lei e ordem estabelecida por Deus para seu povo anteriormente escravizado incluía orientações cuidadosas sobre a transmissão de direitos de propriedade de uma geração para a seguinte. Sob o sistema patriarcal de Israel a terra e as responsabilidades a ela relacionadas eram distribuídas para cada tribo. Descendentes dos filhos de Jacó.

Mas o que fazer com a herança quando não havia nenhum filho homem?
Gileade era bisneto de José através de Manasses - Gn 48, 14-20 -. Algumas gerações mais tarde, um dos netos de Gileade teve cinco filhas e a herança da terra não condizia com os padrões legais prescritos. Neste caso a liderança de Moisés revela o interesse cuidadoso de Deus para mulheres. Primeiro elas receberam o direito de escolher seus próprios maridos. Embora as famílias dessem ou retivessem o consentimento, a noiva tomava a decisão final. 

A escolha dos maridos deveria ser feita dentro das tribos o que permitiria manter a herança dentro da família expandida. O texto mostra que as filhas de Zelofeade obedeceram.

Cada filha é apresentada pelo nome - Maca, Nogla, Hogla, Milca e Tirza - Nm 26, 33; 27, 1; 36, 11 - enfatizando o fato de que Deus nos vê como uma pessoa individual e considera cada um responsável pelos privilégios de viver e contribuir para a comunidade. Além do mais as mulheres iniciaram a requisição da herança através dos canais competentes fazendo um a revisão de seu histórico familiar - Nm 27, 1-8 -. Elas não estavam apenas requerendo uma propriedade que anteriormente pertencera a seu pai, mas solicitando aquilo que havia sido prometido. Nesse caso, sua solicitação foi um ato de fé. Moisés seu líder divinamente designado aprovou o pedido - Nm 27, 5-7 - e elevou-as a uma posição de igualdade para com seus primos homens em termos de herança familiar.

A regulamentação da economia de Deus é sempre baseada num raciocínio saudável e integro. O espaço dedicado a estas herdeiras demonstra que Deus não confere uma posição secundária as mulheres, mas também não as eleva sobre os homens. Seu equilíbrio de poder é perfeito e suas expectativas têm um propósito. Filhas devem casar-se e gerar filhos, proprietários devem zelar pó suas propriedades com atenta mordomia de forma que todos se beneficiem - Nm 36, 3-4; 8. A partir daquilo que poderia parecer uma questão legal trivial, as filhas de Zelofeade nos falam das prioridades de Deus para o bem da comunidade e da segurança pessoal.
Ver Nm 27, 7; 36, 2-11
Filhos - Lc 15
Herança - Pv 13

  
Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Casimiro de Abreu RJ

sábado, 25 de janeiro de 2014

AMAMENTAÇÃO - UMA FONTE NATURAL DE NUTRIÇÃO

 O leite materno é a fonte de nutrição criada por Deus para o recém-nascido. Até os dias de hoje é o único meio natural para se alimentar bebês.

Após o nascimento, duas funções orgânicas complementares ocorrem: os seios da mãe se enchem de leite e precisam ser esvaziados e o bebê demonstra necessidade de sugar. Bebês cujas mães não pudessem ou não desejassem amamentar eram entregues a uma ama de leite - mulher capaz de amamentá-lo - como no caso da filha de Faraó que usou uma ama para Moisés-Ex. 2, 7

Nas escrituras quatro aspectos da amamentação merecem atenção:
1 - A amamentação é vista como um gratificante   período de criação de laços afetivos entre mãe e filho - Is 66, 11.
2 - A amamentação requer um comprometimento especial da mãe para com seu filho - Is 49, 15 - Ana ficou em casa para amamentar Samuel, enquanto seu marido e sua família realizavam a viagem anual para oferecer sacrifícios ao Senhor - I Sm 1, 22-24- .
3 - O desmame da criança - normalmente por volta dos três anos -era uma ocasião de grande celebração, u m marco na vida da criança - Gn 21,8- . Após o desmame ela deveria receber ensinamentos sobre cultura e leis - Is 28, 9-.
4 - A amamentação era tida por muitos como um método natural, embora não o único, de controle de natalidade - ver Gomer, Os 2 - porque durante o período pós-parto a amamentação , em geral, inibe a ovulação.

Ver Nascimento - Jo 16
Cuidado de crianças - Jo 14
Maternidade - I Sm 1; Is 49; Ez 16
Gravidez - Jz 13.