quarta-feira, 6 de agosto de 2014

A EXCELÊNCIA DA PALAVRA DE DEUS!

  O vocábulo “excelência” expressa aquilo que está em primeiro lugar, o que tem a primazia, o que a tudo supera. A palavra pronunciada por Deus, sempre se coloca numa posição superior a todas e demais palavras. A razão é óbvia, quem pode proferir palavras com maior sabedoria e autoridade do que aquele que criou o universo e tudo o que nele se encontra? A Bíblia é a Palavra de Deus dirigida aos homens.

Ela é, sempre, uma palavra final, soberana e eterna – “Pois toda carne é como a erva, e toda a sua glória, como a flor da erva; seca-se a erva, e cai a sua flor; a palavra do Senhor, porém, permanece para sempre” (I Pedro 1.24,25). O que procede de Deus é imutável e permanente, o que se origina no homem é efêmero e precário. Eis um das fortes razões para que a igreja, serva de Deus para servir ao mundo, deve conhecer e viver sob a instrução da Palavra divina.

Deus ao decidir criar o homem e a mulher, anunciou o fato com a sua própria voz – “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”. Tudo se origina da palavra que Deus pronuncia. Após criar o primeiro homem, ele “os abençoou e lhes disse...” (Gênesis 1.26), isso atesta que ele busca se comunicar com o ser que criou, falando-lhe. Deus nunca deixou de se dirigir aos homens, pois, ele é o afetuoso Pai que anseia por tê-los como membros da sua família eterna.

A PALAVRA FEITA CARNE

O testemunho que encontramos no livro de Hebreus diz: “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a que constituiu herdeiro de todas as cousas, pelo qual também fez o universo” (Hebreus 1.1,2). E o evangelho de João atesta: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” – “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade” (João 1.1,14). Jesus é o Verbo – a Palavra – de Deus por excelência – “Pois o enviado de Deus fala as palavras dele” (João 3.34). Jesus é a Palavra de Deus que é amor, mesmo quando ele profere um julgamento.

Na Bíblia nós encontramos - de Gênesis ao Apocalipse - testemunhos sobre a pessoa e a obra de Jesus. Essas declarações são os pontos mais altos de toda a palavra que veio de Deus, para que o homem conheça o seu propósito eterno de salva-lo, pois, está distante dele. Desde Abel, no Antigo Testamento, até os profetas, encontramos homens e mulheres que “morrem na fé, sem ter obtido as promessas; vendo-as, porém, de longe” (Hebreus 11.13); eles creram nas palavras proféticas de Deus, e compreenderam que elas se realizariam com a vinda de seu Filho ao mundo – “Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele [em Jesus] o sim” (II Coríntios 1.20).

O imutável pedido de Jesus a todos que são seus discípulos é: “Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito” (João 15.7). Essa é uma das muitas razões pela qual nós, individualmente, e a igreja, coletivamente, precisamos amar, conhecer e viver a palavra divina.

A PALAVRA E A ORAÇÃO

Assim como Jesus teve que abrir a mente dos discípulos em Emaús para que pudessem entender as Escrituras (Lucas 24.27) e, também, dos demais discípulos reunidos quando lhes apareceu após a ressurreição (Lucas 24.40), ele deseja abrir, hoje, as nossas mentes para que possamos “ouvir” e “crer” mais profundamente. Para que isso ocorra, o estudo, a leitura, o ouvir da Palavra, requerem, de nossa parte, uma atitude de oração. Assim, o Espírito Santo revelará, ao que ora, toda a riqueza que os textos bíblicos contem - “O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus” (Romanos 8.16). Nunca o Espírito Santo deixa de revelar a verdade eterna aos que são filhos de Deus e estão atentos para ouvi-lo.

O PROPÓSITO DE PALAVRA DE DEUS

II Timóteo 3.15-17 diz que as sagradas letras “podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus”, e que, “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda a boa obra” - “Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido dadas todas as cousas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude, pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo” (II Pedro 1.3,4).

A PALAVRA DE DEUS PRODUZ:

VIDA – I João 6.63 - “O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida”.

PRODUZ FÉ – Hebreus 11.3 – “Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das cousas que não aparecem”.

LIMPA – João 15.3 – “Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado”.

LUZ - II Pedro 1.19 – “Temos, assim, tanto mais confirmada a palavra profética, e fazeis bem em atendê-la, como uma candeia que brilha em lugar tenebroso, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vosso coração”.

ENTENDIMENTO – Salmo 119.105 – “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz, para os meus caminhos”.

FIRME SEGURANÇA – Mateus 7.24,25 – “Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha”.

REGENERA – I Pedro 1.23 – “pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas da incorruptível, mediante a palavra de Deus, a qual vive e permanece para sempre”.

A Palavra é eterna – “a palavra do Senhor, porém, permanece para sempre” (I Pedro 1.25).

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Keila A Bíblia deve ser o nosso alimento espiritual diário se desejamos ser fortes e vigorosos na fé que professamos. Precisamos ter: decisão para ler a Palavra constantemente; graça para assimilá-la; presteza para reproduzi-la no viver diário e conhecimento para darmos testemunho dela aos outros. Se alguém não possui o necessário entendimento para isso, o útil conselho que a própria Escritura dá é: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida” (Tiago 1.5).

Não esqueçamos que a Palavra é - (a) leite que nutre – “desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação” (I Pedro 2.2); (b) água que limpa – “tendo-a purificado por meio da lavagem e da água pela palavra” (Efésios 5.26); (c) espada para as lutas – “Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus” (Efésios 6.17); (d) mel que deleita – “os juízos do Senhor são verdadeiros e igualmente justos,... são mais doces do que o mel e o destilar dos favos” (Salmo 19.10); (e) fogo e martelo – “Não é a minha palavra fogo, diz o Senhor, e martelo que esmiúça a penha?” (Jeremias 23.29); e, finalmente, “A lei do Senhor é perfeita e restaura a alma; o testemunho do Senhor é fiel e dá sabedoria aos símplices. Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro e ilumina os olhos” (Salmo 19.7,8). Amém.

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes -  Manaus  AM.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

PORQUE A TRISTEZA PREVALECE!

 O espírito da tristeza estava com grande força na vida de um cristão que mesmo sendo fiel a DEUS, estava deixando que a luta da vida o entristecesse muito, ao ponto dele ver coisas aonde não existia!

As pessoas estavam conversando, e ele logo pensava que estavam falando dele, tudo que acontecia, era porque alguém estava lhe perseguindo ou tentando prejudicá-lo!

Ate que, após três anos com a tristeza se fortalecendo e criando raízes cada vez mais profundas em seu coração, DEUS enviou seus anjos para ajudar esse cristão, porque estava vendo que ia perder sua alma, e DEUS inspirou um amigo que sabia o que ele estava passando, a entender o que significa essa passagem:

Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite; pela manhã, porém, vem o cântico de júbilo. Salmos cap. 30 v 5
Querido amigo, após lermos esse lindo versículo, DEUS esta te mostrando que o que acontece hoje, não deve ir para o dia de amanhã em sua vida, e que você deve parar de viver pelo sentimento, porque ele pode te levar para o inferno!

Então com muita raiva, o espírito da tristeza estava lembrando-se do dia em que o grande Rei Davi escreveu esse versículo, e com a ajuda do seu grande amigo espírito enganador, tem tentado todo dia impedir desse cristão de achar a complementação desse versículo que o próprio SENHOR JESUS disse:
... Basta a cada dia o seu mal. Mateus 6 versículo 34.
Ao acordar, que a ALEGRIA DE DEUS prevaleça em sua vida, independentemente do que acontecer!

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila

Armando Mendes -  Manaus  AM

sexta-feira, 6 de junho de 2014

O MEIO PLATÉIA


Lá esta ele, bem no meio da platéia!
Um cristão que há muito tempo luta para resolver um problema que carrega consigo.

Do lado direito dele, uma platéia de anjos aguardando sua decisão!
Do lado esquerdo, uma platéia de demônios também aguardando sua decisão!
Na frente dele: o ALTAR o chamando para o SACRIFÍCIO!

Sem saber o fazer, esse cristão fica meditando sobre o que realmente é sacrificar pra DEUS.

Um anjo chega perto dele e lhe diz:
O verdadeiro sacrifício é aquele que, quando DEUS olha lá do céu diz: ele realmente não tem o coração em nada, nem em ninguém, não posso dizer não a ele. Mostrou com esse sacrifício que me ama e que depende de mim!

Um demônio sem perda de tempo, logo se levantou, e soprou na mente desse cristão que pensativo continuava no meio da platéia:
DEUS já fez o maior sacrifício por você, quando mandou seu único filho morrer na cruz por seus pecados, agora só acreditar NELE já é o suficiente!

O anjo retrucou: pra vencer o diabo e todo mal que ele causa na vida das pessoas, só sacrificando, lembra da passagem da viúva pobre?
O cristão foi dando passos lentos em direção ao altar pra pegar seu envelope e viver a fé louca para esse mundo!

A platéia dos demônios começou a enfurecer quando viu que o cristão ia em direção ao altar, e começaram a lançar mais e mais pensamentos para fazer o cristão desistir.
Os anjos puderam expulsar esses demônios da platéia, porque o cristão continuou dando passo após passo em direção ao altar, porque se ele não continuasse, quem seria expulso da platéia seriam os anjos, e o fim dessa historia seria outra...

Como o cristão ouviu a voz de DEUS e foi ate o fim em direção ao altar sacrificar, o milagre que esse cristão tanto queria, aconteceu!
E esse cristão não mais ficou com a vida no meio da platéia, ele vive no ALTAR!

Os demônios sem demora, foram buscar outro cristão que, ainda vivia no  meio da platéia.

VOCÊ, FICA NO MEIO DA PLATEIA OU VAI VIVER COM DEUS NO ALTAR TERRENO QUE NOS CONDUZ AO CÉU?

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes -  Manaus  AM.


sexta-feira, 30 de maio de 2014

O HOSPÍCIO DO DIABO

 Dois demônios que trabalham de enfermeiro no hospício, estavam na porta esperando um demônio que estava para chegar.

Enquanto aguardavam, conversavam sobre o novo paciente:
Sabe por que ele esta vindo para cá?
Ouvi disser que ele lutou tanto para derrubar um cristão! E depois de:

Trabalhar contra a vida sentimental, ele esperou em DEUS, pela pessoa certa e venceu!

Colocou dificuldade na vida financeira, o cristão VIVEU A FÉ NA FOGUEIRA SANTA DE ISRAEL, e venceu.

Tentou atingi-lo tocando no filho, esse cristão cobrou de DEUS aquela passagem que eu e minha casa serviremos a DEUS, fez a FOGUEIRA SANTA DE ISRAEL também pelo filho, hoje o filho é pastor!

Tentou destruir a comunhão dele com DEUS, quando ele era perseguido por causa do evangelho, esse cristão vivia cada palavra que lia na Bíblia, e resistia às perseguições por amor a DEUS!

Ai ele tentou uma ultima cartada contra esse cristão, pediu ajuda ao espírito enganador, e juntos tentaram confundir a mente desse cristão com a própria palavra de DEUS, porque mesmo com tantas vitoria, ele ainda não tinha saúde perfeita, sempre ficava doente. Até que, ele entendeu que quem estava doente era sua FÉ.

Chorando aos pés de JESUS, o cristão pedia que, nada e nem ninguém lhe afastasse do amor de DEUS!
E para mostrar sua dependência de DEUS, mais uma vez viveu a fé da FOGUEIRA SANTA DE ISRAEL!

Essas palavras e a atitude desse cristão,  tocaram o coração de DEUS que, fortaleceu a Fe do cristão, que venceu a saúde fraca!

O demônio não agüentou ver que, mesmo usando o tempo e o engano, não conseguiu afastar o cristão de DEUS, porque viu que dia após dia esse cristão procurava sempre estar aos pés de JESUS, e ficou louco de raiva e desespero que tentou matar o cristão!

Enquanto os demônios ainda conversavam, chegou em uma ambulância, esse demônio que ficou louco por não conseguir destruiu a vida desse cristão!

Os enfermeiros terminaram a conversa dizendo:
A FOGUEIRA SANTA FAZ DEUS ATÉ DESCER NA TERRA SE FOR PRECISO. 
Mais um que foi vencido por um cristão que não deixou o tempo vencê-lo! 

Você, já mandou o demônio que tenta te destruir para o hospício?


 Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes -  Manaus  AM.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

A ESTAÇÃO DE TREM DA SUA VIDA!


 No seu incansável trabalho para impedir do cristão descobrir mais e mais sobre as coisas que vem do alto, conseguiu fazer um cristão desanimar de ler a Bíblia, por achar muito difícil de entender certas coisas!

Um dia na estação de trem onde ele todos os dias aguardava ele chegar, o trem atrasou muito aquele dia, que deu mais tempo para esse cristão pensar, já que ele era muito tímido, e quase nunca conversava com ninguém.

Ele sentou no banco da estação, para esperar o problema ser resolvido, der repente ele começou a olhar fixo para os trilhos do trem, e lembrar-se de cada estação que ele parava antes de chegar ao seu destino, e naquele momento ele se lembrou de cada sentido parte da sua vida, e ouviu a voz de DEUS perguntando:
Eu estou em cada estação de sua vida?
Ou só paro, olho e vou embora, porque você não me deixa ficar?

O cristão começou a procurar ver se via DEUS em todas as estações de sua vida:
Espiritual: não vejo DEUS aqui como queria, pois não procuro fazer DEUS meu melhor amigo!
Saúde: às vezes confio mais no medico que em DEUS, não, não vejo DEUS aqui!
Família: não dou tanta atenção a minha família como deveria, e pouco mostro o SENHOR JESUS pra eles, ainda não vejo DEUS!
Financeiro: às vezes me vejo apegado às coisas matérias que já conquistei nesse mundo, não, não aprendi ter DEUS em primeiro lugar na minha vida!
Sentimental: olhando pro meu casamento, não tenho cuidado da minha esposa como de mim mesmo, me preocupo mais comigo que com ela, com muita tristeza digo: também não te vejo aqui meu DEUS!

Já que o SENHOR me fez essa pergunta, pode me ensinar a não ser uma estação de trem para o SENHOR, e sim sua morada fixa?

Nesse momento o espírito enganador ficou revoltado, pois não conseguiu impedir essa conversa do cristão com DEUS, e fez um homem empurrá-lo, e por conta disso, ele se distraiu, mais os anjos de DEUS entraram em ação, e logo tiraram o enganador de cena com essa frase que todo anjo gostaria de dizer para todo demônio que tenta destruir um cristão:
Não adianta demônio, ele tem o que você mais odeia: sinceridade e humildade, ele é nosso!
E após o demônio ter sido expulso, o cristão conseguiu ouvir a voz de DEUS:
Toda vez que EU parar em cada estação de vida, simplesmente ME ouça, ME obedeça, e ME ame independente de qual for minha vontade em sua vida!

Nunca mais serei uma estação de trem, disse a si mesmo aquele cristão que, após um ano, conseguiu ver e mostrar DEUS em sua vida?

Você é uma estação de trem, ou morada fixa de DEUS?

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes - Manaus AM.

domingo, 27 de abril de 2014

CLOE - A MÃE FUNDADORA DA FÉ

 A carta de Paulo a igreja de Corinto discute as influências de sua cultura pagã. 

O apóstolo ficou incomodado com o fato de membros da casa de Cloe lhe relatarem que havia disputas entre os cristãos as quais ameaçam dividir o corpo local em Corinto. 

Sendo Cloe de Corinto ou não, ela certamente era bem conhecida pelos coríntios.

O termo CASA pode remeter-se aos membros da família de Cloe, aos membros da igreja que se reuniam em sua casa ou aos seus empregados. Não se sabe se eles estavam envolvidos nas disputas ou simplesmente narrando detalhes sobre a igreja - o fato é que, relataram o assunto ao apóstolo Paulo.

Pouco sabemos sobre Cloe, mas Paulo a chamava pelo nome. Essa passagem sustenta o fato de que Paulo tinha muitas amigas entre as mulheres e as estimava como co-herdeiras do evangelho. 

Ao contrário de sua posição na sociedade secular, as mulheres eram valorizadas e tinham uma participação influente na edificação da igreja cristã.


Ver
Et. 4 - Influência;
I Sm. 24 - Liderança feminina.

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes -  Manaus  AM.

domingo, 20 de abril de 2014

Casamento - Um compromisso público


Nos tempos bíblicos o tempo de noivado ou compromisso de casamento era gasto com os preparativos - o noivo preparando uma casa para sua futura esposa e a noiva preparando o enxoval e a si mesma. Quando chegava a hora do casamento ser consumado o noivo ia a casa da noiva - muitas vezes num horário não anunciado -para acompanhá-la até a casa dele, onde encontravam os amigos das famílias conforme arranjo feito pelo noivo e não pela noiva - ver Jz 14, 5-11; Mt 25,1-13- . As comemorações do casamento normalmente se estendiam por uma semana durante a qual o noivo e a noiva se vestiam e eram tratados como realeza entre festividades e o recebimento de presentes - Gn 29, 27; Jz 14, 12-18; Jo 2, 1-11 -.
Nos dias de hoje os casamentos vão de cerimônias formais solenes a reuniões informais e particulares.
O tipo de cerimônia não é necessariamente importante, mas esses critérios bíblicos são:
1) O casamento deve ser instituído em nome do Senhor Jesus - Mc 10, 9.
2) Deve-se dar graças a Deus - Cl 3, 17. Um casamento deve ser um tempo de adoração celebração do compromisso assumido por cada cônjuge, alicerçado no amor de Deus.
Casamentos são muito mais que lindos vestidos, ajuntamento de pessoas e decoração dispendiosa. Um casamento é um tempo de compromisso. Deve incluir adoração e graças a Deus bem como a celebração da maravilhosa benção que Deus concede ao noivo e a noiva.
A cerimônia de casamento é o momento apropriado para refletir no exemplo de amor incondicional que Deus demonstrou - Rm 5, 8-. O casal deve comprometer-se a seguir ao Senhor em sua vida doméstica independente das circunstâncias que surgirem e até que a morte os separe - Mt 19, 6-. A importância de manter essa união permanente vem do fato de que os votos não são meramente entre um homem e uma mulher, mas incluem o próprio Pai celeste. Além disso, esse compromisso é moldado no compromisso de Cristo com sua Igreja -Ef 5, 21-23-.
Ver Gn 2, 15-25;
Celebração e festas - Êx 10
Noivado - Mt 1
Casamento - Gn 4; 2 Sm 6; Pv 5; Os 2; Am 3; Jo 2; 2Co 13; Hb 13
Tradições - I Sm 7
Votos - Nm 32.

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes -  Manaus  AM.

sábado, 12 de abril de 2014

ATRIBUTOS DE DEUS 2

 O julgamento de Deus é certo - A p 19, 2, 11 - Deus é chamado de longânimo porque não executa seu julgamento imediatamente. Ele espera - Is 42, 14- 16 -, não pra ver o que acontecerá - ele sabe o que vai acontecer -, não pra ver com maior clareza - ele enxerga perfeitamente -, não para obter mais informação - ele conhece tudo. Deus espera porque sua prioridade é a revelação de si mesmo e não o julgamento.
LONGANIMIDADE não é a ausência de ira, mas ser tardio em irar-se - Sl 145, 8 -. A longanimidade de Deus demonstra uma infinita quantidade de poder, misericórdia, paciência e amor - o que ele tem em abundância Nm 14, 18 -.
Por um tempo Deus tolera insultos, rejeição e indiferença com o objetivo de atrair as pessoas ao arrependimento - Rm 2, 4 -. Sua longanimidade está ligada a sua grande compaixão eterna e torna-se ativa com o objetivo de nos atrair para si mesmo - 2Pe 3, 9 -.

Ver:
Êx 34, 6; Sl 51, 1; 86, 15; 103,8; Jr 3, 12; Lm 3, 22; Na 1, 3; Rm 9, 22-23; 15,5-6 ;
Atributos de Deus - Êx 33; Dt 4; 32; 2 Cr 19; Jó 23; 42; Sl 25; 90; 102; 119; Is 6; 46;Jr 23; Ef 1; I Jo 5;
Compromisso - Mt 16
Perdão - Sl 51; Lc 17;
Fruto do espírito - Sl 86; Rm 5; 15; I Co 10; 13; Gl 5; Ef 4; Cl 3; 2 ts 1 Ap 2 .
Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes -  Manaus  AM.

sábado, 5 de abril de 2014

ATRIBUTOS DE DEUS - ELE É ZELOSO


  O termo zelo - hebr, qin`ah - denota dedicação, afeição, desvelo ardente e também pode ser traduzido como ciúme. Em seu zelo Deus não anseia por algo pertencente a outrem, mas preserva algo pertencente a ele. Como o relacionamento entre homem e mulher , o relacionamento entre Deus e seu povo deve ser exclusivo - Ê x 24, 27 -.
Deus assumiu um compromisso com os israelitas - Êx 19, 4-6 -eles responderam com seus votos - Êx 19, 8-9 ; 24. 3, 7 - e a cerimônia foi concluída - Êx 24. 12, 18. A partir de então tudo dependeria da fidelidade . O povo de Deus pode falhar mas a fidelidade divina é inabalável.
A amizade íntima com o mundo é o pior tipo de adultério - Tg 4, 4-5 - . Para Deus esse envolvimento com as coisas mundanas equivale a odiá-lo - Êx 20, 5 - e se prostituir com o Maligno - I Cor 10, 21-22 -. O adultério espiritual resulta num rompimento da relação com Deus - S l 78, 56-60 -.
O zelo de Deus é apresentado no contexto da adoração. Somente ele é Deus, adorar qualquer outra coisa é trair o único Deus verdadeiro. Deus leva extremamente a sério o relacionamento com seu povo e espera reciprocidade. - Êx 34, 10-16- .
Ver Dt 6, 14-15; 29, 20; 32. 16, 21; Js 24, 18-19; Sl 79, 5; Lm 3, 2; Ez 8, 3-5; 16. 38, 42; 39. 25;
Atributos de Deus -~Ex 33; Dt 32; 2 cr 19; Jó 23; 42; Sl 25; 90; 102; 119; Is 6; 46; Jr 23; Rm 2; Ef 1; I Jo 5;
Sabedoria- Pv 2;
Santidade - Lv 20;
Ciúmes - Ct 8.

Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila

Armando Mendes -  Manaus  AM.

sexta-feira, 28 de março de 2014

O DETECTOR DE PECADO

Os anjos estavam com muito trabalho para instalar o detector de pecado na mente de um cristão,
porque o diabo,
 não aceitando perder a alma daquele recém – convertido, Pediu ajuda ao seu companheiro de destruição,o  espírito enganador!
                                            
Sem demora, o enganador tentou impedir dos anjos trabalharem na mente do cristão, lembrando aos anjos o
quanto aquele cristão não era sincero, que se eles quisessem a alma dele, eles iam brigar feio, porque quando
alguém não é sincero, a vantagem é do enganador.

Os anjos lembraram ao espírito enganador que, o SENHOR JESUS morreu por aquele cristão,
E custe o que custar nós vamos instalar o detector de pecado na mente dele.
Foi uma luta intensa, anjos e demônios pela mente daquele cristão!
Cada vez que o cristão tinha maus olhos, falava mal de alguém, o espírito enganador prevalecia, toda vez que o
cristão lia a bíblia, os anjos prevaleciam!

Até que, o cristão ouviu uma palavra em uma reunião de domingo de manhã, o pastor pregando sobre como o
espírito enganador age na mente do ser humano.
Esse pastor nem imagina a alegria dos anjos quando esse cristão ouviu essa palavra!

Apos um mês de luta contra o enganador, os anjos conseguiram instalar o detector de pecado na mente desse
cristão que entendeu que,quando se é sincero e humilde diante de DEUS e dos homens, entende o que lê na bíblia, e a leitura da bíblia que é o detector de pecado na vida do ser humano, pois a bíblia possui todas as instruções de
DEUS para o salvação eterna, e as bênçãos terrenas!


Ele será nosso guia até a morte. Salmos 48.14
Keila
Armando Mendes – Manaus – Amazonas